Blockchain da Ethereum está restaurando a identidade de refugiados sírios

Programa de ajuda humanitária, Building Blocks, foi desenvolvido pelo programa da ONU World Food (WFP) .

Soa como o tipo de impacto social que os pioneiros falavam quando criaram a tecnologia de blockchains. Ao mesmo tempo em que a Síria tomou toda a atenção do mundo por causa dos ataques químicos contra seu próprio povo, refugiados que fugiram do país em meio à guerra e foram para a Jordânia, acabaram encontrando um programa de ajuda humanitária que usa a tecnologia de blockchains para manter seus dados sigilosos.

A história contada no artigo publicado pelo MIT Technology Review, mostra refugiados no campo de Azraq que deixaram a Síria em meio à destruição. Os refugiados são parte de um projeto envolvendo uma “bifurcação privada” do Ethereum no qual eles podem “retirar sua ajuda devida pela WFP (World Food Programme)” para transações diárias com empresas e lojas que usam tecnologia blockchain.

No artigo, temos o exemplo de um refugiado que visita o mercado local onde ele pode pagar usando apenas uma selfie com a câmera de seu celular no caixa. O aplicativo é chamado de “EyePay” por conta do uso da imagem de seus olhos para identificar o usuário.

Os benefícios são sociais e econômicos, o impacto pode moldar gerações à vir. De uma perspectiva humanitária, estes indivíduos que tiveram que deixar tudo para trás estão tendo a oportunidade de reconstruir suas vidas.

A tecnologia dá aos refugiados, que tiveram que deixar todos seus documentos e pertences para trás, uma identidade digital que pode ser usada como qualquer outra forma física de identificação.

O responsável pelo programa, Houman Haddad, espera ver os refugiados sírios podendo utilizar suas contas para não só fazer compras em mercados específicos mas também manter suas identidades e acessar suas contas financeiras usando a tecnologia.

Enquanto isso, a Building Blocks transformou a abordagem típica de ajuda humanitária em algo completamente diferente. Com o uso de blockchains o WFP pode prover sustento para os refugiados em diferentes campos. O programa corta inúmeras taxas, uma redução de 98%, e demoras típicas de transações bancárias, economizando milhões de dólares que são utilizados para ajudar ainda mais refugiados.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Share This