Stablecoins ganham mais força em mercado volátil

No mundo volátil das criptomoedas, o termo “stablecoin”, pode soar paradoxal. Porém, esses ativos de preços estáveis são reais e ficando cada vez mais populares entre traders. Stablecoins são criptomoedas não voláteis, que seguem ativos estáveis como o dólar. Eles são usados como reservas de valor e meio básicos de troca.

 

“Criptomoedas fornecem a descentralização de capital, as stablecoins são uma das principais formas de se trazer estes benefícios para o público em geral através dessa estabilidade.”, Rafael Cosman, cofundador e CTO da TrustToken, disse à Forbes.

No último mês, a TrustToken lançou o TrueUSD, a primeira criptomoeda atestada independentemente que pode ser trocada diretamente por Dólar.

Desde o seu lançamento na Bittrex no dia 5 de março, o TueUSD já foi pareado com três das maiores criptomoedas no mercado, Bitcoin(BTC), Tether(USDT) e Ether(ETH). Este pareamento de criptomoedas permite que traders possam mitigar o risco com Theter, com uma transação rápida e eficiente em TrueUSD.

 

Qual é a utilidade prática por trás das stablecoins?

Stablecoins são úteis para traders quando são usadas para blindar-se da volatilidade do mercado de criptomoedas. Enquanto é atrativo ter stablecoins para transações, o pareamento ente TUSD e USDT é o primeiro pareamento entre duas stablecoins. Caso a intenção da Bittrex seja diferente de apenas permitir que seus usuários possam optar por stablecoins mais viáveis, as vantagens de se ter duas stablecoins diferentes numa mesma exchange não são assim tão claras. Listando duas stablecoins demonstra que exchanges como a Bittrex querem se proteger de depender em apenas uma criptomoeda estável.

 

Por trás da investigação ‘Tether’:

Tether está sendo investigado, para esclarecer se os 2.3 bilhões de dólares emitidos por eles foram completamente apoiados em Dólar. Notícias continuam circulando sobre as confortáveis relações entre Tether e Bitfinex, já que é especulado se a criptomoeda tem relações saudáveis com bancos ou não, uma vez que as identidades dos donos de Tether em suas carteiras podem ser protegidas. Ainda não está claro se Tether e Bitfinex (sua empresa mãe) está violando as leis de combate à lavagem de dinheiro (AML).

Para evitar problemas com a justiça, muitos traders preferem se submeter aos processos do governo antes mesmo de serem requisitados. TrueUSD está sendo anunciada como mais segura que Tether. TrueUSD ainda oferece aos donos uma auditoria completa e regular além de proteções legais para a troca da cripto por dólares.

TrueUSD e ERC20 estão sendo administradas por um contrato inteligente no blockchain Ethereum. Quando um usuário envia uma moeda fiat, seu dinheiro é mantido em uma conta de garantia que apenas o usuário tem acesso e pode movimentar a qualquer momento através de um dos parceiros da TrustToken.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Share This