A CIA sabe quem é Satoshi Nakamoto?

O “pedido foi rejeitado”, foi a resposta da CIA, “com a agência afirmando que não pode confirmar nem negar a existência dos documentos solicitados”. Um redator de tecnologia fez uma petição à Agência de Inteligência Americana para ver o que ela tinha de informações sobre Satoshi Nakamoto, o nome creditado como o criador do Bitcoin, a primeira criptomoeda descentralizada do mundo.

Não é comum que um jornalista da área de tecnologia financeira tenha motivos para entrar em contato com a CIA (Agência de Inteligência dos Estados Unidos), mas essa semana a inspiração veio de Daniel Oberhaus, redator da Motherboard. Em um esforço para acompanhar o trabalho feito por blogueiros e jornalistas investigativos sobre a identidade de Satoshi Nakamoto, Oberhaus decidiu pedir para o FBI (Polícia Federal Americana) e para a CIA todos os e-mails internos contendo o nome de Satoshi Nakamoto.  A CIA enviou um e-mail para ele, com uma resposta curta e direta, dizendo que o “pedido foi rejeitado, com a agência declarando que não pode confirmar nem negar a existência dos documentos solicitados”.

A não negação da CIA a Daniel Oberhaus é uma tática clássica, projetada para ser uma afirmação verdadeira, sem revelar fatos reais.

A verdadeira identidade de Satoshi é de extrema importância para o governo dos Estados Unidos porque, especialmente à medida em que o preço do Bitcoin começou a subir, muitas pessoas confiavam nele. O problema, antes mesmo de a tecnologia ser avaliada por seu próprio mérito, era a principal preocupação do Governo Americano: um criador estrangeiro. Se o bitcoin pode fazer tudo o que alega, desestabilizando os mercados financeiros, um país hostil aos EUA por trás disso, poderia ser algo ainda pior. “Minha fonte me diz que a administração Obama estava preocupada que Satoshi fosse um agente da Rússia ou da China – que o Bitcoin poderia ser armado contra nós no futuro. Conhecer a fonte ajudaria a administração a entender seus motivos.”

Mesmo sem a resposta, muitos concluem que o Governo tem a resposta e que o primeiro bilionário do bitcoin provavelmente seja um grupo de pessoas.

Siga nossas páginas nas redes sociais!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.