Abu Dhabi lança regulamentações para criptomoedas.

Em uma tentativa de promover um mercado mais seguro e próspero para empresas de criptomoedas, a Financial Services Regulatory Authority (FSRA) of Abu Dhabi Global Market (ADGM) – o centro financeiro internacional e a zona franca da capital dos Emirados Árabes – estabeleceu sua estrutura regulatória de criptoativos para empresas que operam nessa área.

Em termos gerais, a FSRA classificou as criptomoedas como commodities. Os Tokens Security emitidos estarão sujeitos a requisitos regulatórios, enquanto que os Tokens Utility também serão classificados como commodities. Quaisquer derivativos ou fundos adicionais relacionados à criptomoedas ou tokens também serão normatizados como “Investimentos especificados”, de acordo com Regulamentos de Serviços Financeiros e de Mercado.

Segundo o site CCN.com, de acordo com as novas regras, operadores que desejarem estabelecer uma nova corretora deverão ter uma taxa de autorização inicial de US$ 125.000 e uma taxa anual de US$ 60.000.

No início de outubro, o governo de Abu Dhabi publicou sua orientação para os ICO´s por meio da FSRA, depois de decidir que uma abordagem “tamanho único” para cobrir criptomoedas e ICOs seria “inapropriada”.

Em outras partes da Ásia, o governo das Filipinas também acolheu as corretoras de criptomoedas e as empresas de blockchain, legalizando a entrada de dez empresas do setor para operar em uma zona econômica controlada pelo estado e com taxas consideradas amigáveis.

Siga nossas páginas nas redes sociais!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.