Advogados devem se preparar para a era do Blockchain e criptomoedas

Como os advogados podem se preparar para lidar com clientes que possuem ativos digitais?

mm

Tema do momento, as palavras mais repetidas em jornais, revistas, posts de blogs e redes sociais nos últimos meses são “blockchain” e “criptomoedas”, seja pela inovação trazida pela tecnologia ou ainda pelos altos ganhos que os investidores mais antigos da moeda bitcoin têm realizado com a alta valorização da moeda nos últimos meses. No entanto, quais são os reais impactos desta nova realidade? Como as pessoas irão manejar seus ativos e informações por meio da tecnologia de registros distribuídos? Como Governos e Reguladores estão enxergando estas inovações e refletindo em seus regulamentos?

Novos conceitos surgem para quebrar paradigmas em temas como privacidade, segurança cibernética, mercado financeiro e de capitais, propriedade intelectual, contratos inteligentes, branqueamento de capitais, dentre outras áreas relevantes do direito que passarão por profundas modificações com o a escala e uso intensivo desta nova tecnologia no dia a dia das pessoas.

Os profissionais do direito precisam se adiantar a estas questões e se mostrarem aptos a este ambiente de transformação. Desafios jurídicos complexos se tornarão cotidianos, se destacando a advocacia especializada no tema.

 

Quer saber mais? Dia 31 de Janeiro o Infochain irá realizar o curso de Introdução ao Blockchain e Criptomoedas para o Setor Jurídico.

 

Leia mais:

Latoex é destaque na mídia especializada internacional

Criminalização do Bitcoin: entenda o parecer do relator sobre o PL 2303/15

Anti-fragilidade: Como o Bitcoin se beneficia da própria desordem?

 

Sobre o autor: Diego Perez é advogado, Presidente do Blockchain Hub Brasil, e CLO na Latoex. Especialista em Direito Digital e das Telecomunicações pelo Mackenzie e candidato ao título de L.LM em Direito dos Mercados Financeiro e de Capitais pelo Insper.