fbpx

Análise ICO: Celes Chain

mm

Celes Chain é uma plataforma para produtos e serviços financeiros que visa aproximar agentes reguladores, investidores e as instituições do mercado.

Overview

1.a Função

Celes Chain se insere no contexto de transição do mercado de criptoativos para uma configuração mais próxima de agentes reguladores e investimentos tradicionais. Seu objetivo é integrar agentes reguladores, instituições financeiras e usuários finais em uma plataforma, de forma a permitir:

i) melhorias na regulação e nas exigências de compliance;

ii) confiança distribuída entre as instituições;

iii) maior competição no mercado financeiro.

Para isso, desenvolve-se uma máquina virtual (CVM, Celes Virtual Machine) com o intuito específico de executar contratos inteligentes, leis e outras normas. Será possível, para os agentes reguladores, observar o funcionamento do ecossistema por uma visão privilegiada, reduzindo os custos de observância do mercado. Além disso, o compilador deverá facilitar a “tradução” das linhas de código programadas para a linguagem natural dos usuários. Os tokens CCHN serão usados, segundo o whitepaper, para acessar serviços e aplicações na plataforma e para alugar poder de processamento de entes externos.

Desenhou-se uma arquitetura original para a plataforma Celes Chain. O consenso entre os participantes é atingido por meio de um algoritmo, chamado DPoW (Delegated Proof of Work), que os incentiva a oferecer recursos computacionais (poder de processamento e armazenamento) para manter o registro de transações. O procedimento é semelhante ao do Bitcoin, mas promete ser centenas de vezes mais rápido e acrescenta alguns processos para distribuir o poder de mineração e, assim, fazer com que cada validador de informação detenha menos poder na rede.

Essa arquitetura, apesar das qualidades apresentadas pela documentação do projeto, pode apresentar alguns riscos. Isso porque, diferentemente do que ocorre com os métodos mais utilizados (PoW, PoS, DPoS), o algoritmo DPoW ainda não foi sujeito a extensivos testes de segurança.

1.b Roadmap

O andamento do projeto Celes Chain tem seguido conforme planejado. A testnet (rede de testes) foi lançada no final de 2018 e, para o primeiro trimestre de 2019, espera-se o lançamento da main net (rede principal).

Segundo o whitepaper, serão firmadas em breve parcerias com as comissões de valores mobiliários e outros órgãos reguladores do sistema financeiro de vários países, inclusive a CVM, a Receita Federal e o Banco Central do Brasil. Entretanto, deve-se considerar que essas instituições têm, em seus respectivos países, o papel de atentar para os riscos de novas práticas e tecnologias e, portanto, devem se acomodar a um ritmo lento. É de se questionar se a adesão desses entes é possível num prazo razoável para que o projeto se mantenha.

Human factor

2.a Team

Han Gao, CEO – foi Vice-Presidente do Goldman Sachs, Diretor da China Investment Corporation (fundo soberano chinês que detém participação do Morgan Stanley e do Blackstone Group) e presidente da Sinolink Securities (investment banking). Entre 2016 e 2017, foi Head of China Clients and Marketing Services da HKEX (Hong Kong Exchanges and Clearing Limited). É PhD em Computer Science pela University of Chicago.

Michael Yeung, Chief Scientist – foi Associate da CICC (China International Capital Corporation Limited) e Head of Global Structured Solutions USA do BBVA Compass, onde trabalhara com FICC Structuring no território asiático. Também co-fundou o BlockContinent (P&D em tecnologia blockchain), em que é Chief Scientist. É mestre em Financial Engineering pelo Imperial College London.

2.b Advisors

James Chou – foi Senior Product Manager da Hewlett-Packard (soluções em TI), Senior Director da Asia Info Holdings (serviços em TI para o setor de telecomunicações), Vice Presidente da 21Vianet (serviços de data center) e co-fundou empresas de tecnologia. É membro do comitê de Inovação e Tecnologia da AmCham Shanghai (American Chamber of Commerce in Shanghai) e CEO da Microsoft Accelerator Shanghai. MBA pela Santa Clara University Leavey School of Business e Bacharel em Electrical and Electronic Engineering pela University of Houston.

2.c Partners

Celes Chain

Detalhes da captação

Visando alcançar 35.000 ETH, o montante máximo para a captação (hard cap), serão vendidos 20% dos tokens CCHN. Outros 50% serão gerados para remunerar os validadores, enquanto 15% serão entregues à equipe e 5% à comunidade, de acordo com os programas de bonificação.

Durante a venda privada, o preço por token foi de US$0,10; para a saída nas exchanges, planeja-se que cada CCHN valha US$0,25 (segundo a equipe no Telegram). Ainda não há detalhes sobre a alocação dos fundos arrecadados.

Canais Oficiais

                    

 

Disclaime: o conteúdo apresentado não é uma recomendação, indicação e/ou aconselhamento de investimento, sendo única e exclusiva responsabilidade do investidor a tomada de decisão. Nos eximimos de qualquer responsabilidade, direta ou indireta, por todos e quaisquer prejuízos decorrentes de operações realizadas com base nas informações deste post.

Infochain VIP | Conteúdo Exclusivo em Primeira Mão
Receba em seu e-mail notícias e artigos sobre Blockchain e Criptoeconomia e entenda como essa tecnologia está impactando o mundo.
Não gostamos de spam! E protegeremos seu email como se fossem bitcoins.