Aplicações da Blockchain

blockchain cases

Inúmeros segmentos da economia que já estão usando aplicações da blockchain. Seja qual for o setor, a blockchain serve para garantir transparência, imutabilidade, confiança e segurança. Quaisquer mercados que precisem fornecer essas características aos seus clientes podem se beneficiar de suas aplicações. Existem centenas de aplicações em desenvolvimento no mundo.

Do varejo à Internet das Coisas, a difusão das aplicações da blockchain vem crescendo. Escolha um setor ao acaso, levando em conta que novas iniciativas envolvendo blockchain são lançadas todos os dias, existe uma grande chance de você encontrar pelo menos um piloto de uso de blockchain nesse segmento. A melhor forma de entender como usá-la é com casos que ilustrem suas aplicações. Então vamos a eles:

Aplicações da blockchain no Setor Público

As aplicações da blockchain vêm sendo exploradas em todo mundo. Um infográfico produzido pela Deloitte University Press ilustrou algumas das aplicações que estão sendo desenvolvidas pelo mundo:

ER_4185_figure1.png

Vários governos estão começando a usar as aplicações blockchain como forma de melhorar o armazenamento e gerenciamento dos registros, serviços públicos e distribuição de serviços. Abaixo, listamos algumas dessas iniciativas:

  • Identificação
  • Uma parceria do governo da Suíça com a empresa Uport permite que os cidadãos comprovem sua identidade e residência atrás do blockchain, usando-o por exemplo, para participar de votações online e realizar cadastros oficiais que demandam uma infraestrutura burocrática, lenta, cara e muitas vezes ineficientes. Além de melhorar o serviço para o cidadão, a aplicação ainda permite uma grande economia aos cofres públicos.
  • Saúde
  • Pense em quantas vezes você já foi ao médico, já fez um exame ou tomou alguma vacina. Você tem o registro de todas essas atividades? Em caso de emergência, algum médico teria acesso à essas informações? Muito provavelmente não.

Isso significa que grande parte das clínicas e postos de saúde lidam com registros incompletos, quando existe algum, colocando a vida do paciente em risco. O MedRec está desenvolvendo projetos na área de assistência à saúde com blockchain, facilitando o compartilhamento e o armazenamento de dados dos pacientes.
https_2F2Fblogs-images.forbes.com2Freenitadas2Ffiles2F20172F052FBLOCKCHAIN-PPT-1.png

  • Energia
  • Fremantle, uma cidade australiana, está desenvolvendo um projeto de distribuição de energia com a empresa PowerLedger usando o blockchain. Toda energia solar produzida e consumida na cidade é registrada no blockchain, criando um gigantesco banco de dados sobre o consumo energético da cidade e auxiliando as autoridades na melhor gestão e alocação dos recursos e transparência na cobrança das contas.

A Comissão Nacional de Energia do Chile (CNE) também está usando o blockchain do Ethereum para melhorar seu sistema de distribuição. Os dados referentes ao uso de energia do país são armazenados no blockchain e usados para modernizar a infraestrutura de distribuição elétrica da nação. Este infográfico explica como será o processo:

Fonte: 

Aplicações da blockchain em empresas

O desenvolvimento da tecnologia Blockchain atingiu um grande nível de confiança, criando um ecossistema próprio de empresas interessadas em seu uso. Conheça algumas delas:

  • Bancos
  • Uma parceria entre o Santander e a Ripple, que também tem sua criptomoeda permite que os clientes do Santander residentes no Brasil, Espanha, Polônia e Reino Unido possam usar a tecnologia blockchain para transferir valores quase instantaneamente entre países.

O serviço chamado Santander One Pax FX utiliza a tecnologia xCurrent, da Ripple para permitir transações internacionais que são registradas no blockchain. A transferência é feita através de um aplicativo, tornando a transferência rápida e transparente.

Um outro exemplo de interesse dos bancos é a Enterprise Ethereum Alliance, uma organização feita por grandes instituições como Santander, JPMorgan, Microsoft, British Petroleum. A aliança busca desenvolver blockchains públicas e privadas.

  • Música
  • Matt Sorum, ex-baterista do Guns’n Roses está a frente de um projeto chamado Artbit. A ideia é remover os intermediários entre os consumidores finais e os artistas. As produtoras cobram altas taxas pelos seus serviços, resultando em uma indústria que remunera mal seus artistas. A plataforma permite que todo o lucro resultante do trabalho dos artistas chegue até eles, sem que nada se perca no caminho.

  • Rede Social
  • Não poderia deixar de citar nesta lista o Steemit. A Steemit é uma rede social e um blog construídos a partir de um blockchain que recompensa os usuários pela produção e curadoria de bons conteúdos. A ideia é que não faz sentido uma rede social lucrar em cima dos seus dados. Quando membros votam em seu conteúdo, a plataforma te remunera com tokens. As moedas adquiridas pela sua interação na plataforma podem ser liquidadas e trocadas por real, dólar ou yen em numerosas corretoras.
  • Supply chain
  • Esse talvez seja o uso com mais aplicação no mundo. Gigantes como Wallmart e IBM se uniram para lançar a blockchain Food Safety Alliance. A iniciativa é pensada para trazer transparência, agilidade e autenticidade para as cadeias de fornecimento de alimento em todo o mundo.

A solução permite ao usuário final saber de onde veio a roupa que ele está vestindo ou o peixe que ele está comendo. As empresas ganham o marketing de não utilizar trabalho escravo ou alimentos de má qualidade e conseguem ao mesmo tempo realizar cortes nos custos de gerenciamento da cadeia de fornecimento.

Frank Yiannas, vice-presidente da aliança, explica no vídeo abaixo como funciona o rastreamento da cadeia produtiva em uma plataforma blockchain. Para mais informações sobre os projetos de blockchain desenvolvidos pela IMB, acesse o site oficial.

blockchain wallmart

Aplicações da Blockchain no Brasil

O Brasil ainda é uma nação que investe pouco no desenvolvimento da tecnologia e aplicações da blockchain, mas existem alguns projetos que já estão em implementação:

  • Identidade
  • OriginalMY é uma empresa que utiliza blockchains da rede Bitcoin, Ethereum, Ethereum Classic e Decred para garantir a autenticidade dos documentos digitais. Utilizando blockchain, a OriginalMy realiza registro de autenticidade de obras de arte, declarações, relatórios e documentos, prova a autenticidade de um conteúdo publicado na internet e assina contratos.

Atualmente, a exchange brasileira Profitfy utiliza os serviços da OriginalMy para garantir maior segurança e praticidade para seus usuários. O usuário que se cadastra na exchange com a identificação blockchain fornecida pela OriginalMy não precisa digitar senha, e-mail ou nome de usuário e está seguro contra ataques de phishing e keylogging.

  • Registro de Terra
  • A startup Ubitquity, em parceria com cartórios de registro de imóveis, está registrando informações sobre propriedade na blockchain da Bitcoin. Por enquanto, a parceria está focando sua atuação apenas nos municípios de Pelotas e Morro Redondo.

O sistema registra na blockchain informações detalhadas do local da propriedade, dados do proprietário, número de parcela e classificação de zoneamento. Com isso, a Ubitquity pretende oferecer praticidade e transparência nos registros de terra dos municípios, podendo diminuir os casos de apropriação indevida ou grilagem de terras.

  • Resíduos
  • Redesfibra é uma aplicação da blockchain que busca resolver o problema do descarte incorreto de resíduos da indústria têxtil, conectando empresas têxteis com empresas de desfibragem. A Redesfibra usa o blockchain para gerenciar, recompensar e pagar as empresas têxteis interessadas em receber um selo de certificação de descarte correto e para encontrar as empresas de desfibragem mais próximas dessas empresas. O blockchain garante o repasse integral das verbas, a autenticidade do descarte consciente e a informação pública para o consumidor final.

Outras aplicações da blockchain que estão sendo desenvolvidas:

  • Paratii.video: uma plataforma para distribuição descentralizada de vídeo.
  • LatoexUma plataforma para tokenização de ativos e suporte a ICOs
  • Aversafeuma rede descentralizada de verificação de credenciais para empregados, empregadores e instituições educacionais.
  • MediaSifterum agregador de notícias que usa a tecnologia blockchain para inovar a forma como consumimos conteúdo.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.