Banco Central da Índia não estabelece Blockchain e criptomoedas.

mm

O Banco Central da Índia negou a criação de uma nova unidade interna dedicada à pesquisa de criptomoedas, blockchain e inteligência artificial (AI).

No final de agosto, o jornal financeiro mais popular da Índia, o Economic Times, informou que o Banco Central da Índia (RBI) havia formado uma nova unidade para pesquisar e até mesmo regulamentar tecnologias disruptivas, como o blockchain. A unidade estava operacional há um mês, segundo o relatório, depois de citar duas fontes anônimas supostamente conscientes dos acontecimentos no banco central.

No entanto, em uma clara negação do relatório, o RBI refutou completamente a alegação, revelando que não havia nenhuma unidade formal focada em criptomoedas dentro do banco central.

No início de 2017, o braço de pesquisa do RBI publicou um white paper sobre os méritos da tecnologia blockchain para o setor bancário e financeiro no mercado interno. Nele, o Instituto para o Desenvolvimento e Pesquisa em Tecnologia Bancária (IDRBT) do banco central – o principal instituto de pesquisa bancária do país – concluiu que a tecnologia blockchain “amadureceu o suficiente” para impulsionar a digitalização da moeda fiduciária da Índia, a rupia.

A postura embrionária em relação à tecnologia blockchain foi ainda mais sublinhada pelo primeiro-ministro indiano Narendra Modi, o funcionário mais poderoso do escritório público indiano, pedindo “rápida adaptação” da tecnologia descentralizada, em um discurso no início deste ano.

Se por um lado são pró-blockchain, por outro as autoridades indianas continuam a adotar uma postura hostil em relação às criptomoedas públicas descentralizadas. Em abril deste ano, o RBI emitiu uma circular nacional que determina que todas as instituições financeiras regulamentadas – incluindo bancos – deixem de prestar serviços às empresas do setor de criptomoedas.

Fonte: CCN
https://www.ccn.com/indias-central-bank-did-not-establish-blockchain-cryptocurrency-unit-report/

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.