Bitcoin: Cresce número de investidores mesmo com queda de 60% desde dezembro.

mm
shiny bitcoins with stock market background.

Segundo reportagem da revista Exame, depois do forte aumento no fim do ano passado, corretoras estariam atraindo clientes com perfis diferentes e teriam planos de expandir os negócios para outras criptomoedas, como ethereum e litecoin.

Desde a forte alta de dezembro, a revista diz que o Bitcoin já teria desvalorizado cerca de 60%. Em todo o ano de 2017, a principal moeda digital teria disparado 1300%, sendo negociada a cerca de 20 mil dólares no último mês do ano passado.

Esse sobe e desce atraiu novos investidores, que aproveitaram para comprar bitcoins por preços baixos, pensando a longo prazo. Desde dezembro, o número de investidores de bitcoins no Brasil teria crescido 40%. Nas três maiores corretoras de criptomoedas do país, responsáveis por cerca de 95% das transações, havia 1,2 milhão de cadastros em dezembro. Agora, são 1,7 milhão, segundo a Exame.

Apesar disso, a reportagem garante que a febre do investimento no Brasil já passou. A afirmação se baseia em dados do Google Trends, que mostram que a procura pela palavra “Bitcoin” teve um pico de buscas em dezembro, quando o preço teve seu aumento histórico. Porém, esse interesse caiu logo depois. E agora, ainda segundo os dados, as buscas voltaram ao patamar anterior. Isso mostraria que as buscas sempre aumentam quando a moeda se valoriza.

Os analistas entrevistados pela Exame garantem que a chance do bitcoin atingir um novo preço histórico em 2018 é mínima, pois o mercado está se acomodando e a criptomoeda não é mais novidade. Mas é importante levar em consideração o fato de que a criptomoeda é naturalmente volátil. E o sobe e desce está longe do fim.

Com o desenvolvimento e a maturação do mercado de bitcoins, novos ativos chamam atenção das corretoras brasileiras de criptomoedas.

Segundo a Exame, ainda neste mês, a corretora Bitcoin to You começará a vender mais nove criptomoedas em uma nova plataforma online e a Foxbit deve vender ao todo quatro novas moedas digitais até o final do ano.

Fonte: Exame
https://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/bitcoin-despenca-60-em-sete-meses-mas-numero-de-investidores-cresce/

 

Siga nossas páginas nas redes sociais!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.