Bitcoin é a melhor classe de ativos dos últimos 10 anos, diz Pompliano.

mm

Anthony Pompliano, do setor de cripto, diz que o Bitcoin (BTC) deve cair para cerca de US$ 3 mil, 85% abaixo de sua alta histórica. Pompliano fez sua previsão durante uma entrevista no Squawk Box do canal norte-americano CNBC, nesta semana.

O sócio da empresa  de investimentos Morgan Creek Digital Assets argumentou que, embora “o Bitcoin tenha supervalorizado em dezembro de 2017”, com a pressão de venda caindo este ano, há vários fatores importantes relacionados ao valor de longo prazo do ativo que são importantes de lembrar:

“Primeiro, [Bitcoin] é a camada de liquidação de transação mais segura do mundo, então tem que valer alguma coisa […] é a classe de ativos com melhor desempenho nos últimos dez anos – superou a S&P, a DOW, a NASDAQ na mais longa corrida de touros. Ele sofreu duas quedas de 85% durante esse período, mas ainda está acima de 400% nos últimos dois anos”.

Em terceiro lugar, acrescentou, toda a ação dos preços do Bitcoin nos últimos anos tem sido impulsionada por investidores de varejo – à frente de qualquer envolvimento significativo de importantes agentes institucionais, como os que agora estão prontos para entrar no espaço cripto no ano que vem. Entre os grandes players estão a Fidelity e a Intercontinental Exchange (ICE), operadorda Bolsa de Valores de Nova York (NYSE).

Pompliano argumentou que o recente “esgotamento” nos mercados de cripto é um barômetro dos padrões dos investidores de varejo; Ao longo de sua história impulsionada pelo varejo em 2017, a criptomoeda foi negociada como um “ativo especulativo altamente volátil”. Em contraste, segundo ele, o envolvimento institucional mais recente é conduzido principalmente por meio de negociações menos transparentes no mercado de balcão (OTC), onde as tendências não são imediatamente aparentes.

Como publicado anteriormente, os ativos da Morgan Creek Digital são garantidos pela casa de investimentos institucionais Morgan Creek Capital, que tem US$ 1,5 bilhão em ativos sob gestão. A empresa lançou um Fundo de Índice de Ativos Digitais no final de agosto, que dá aos investidores credenciados exposição indireta à Bitcoin, Ethereum e outros oito grandes ativos de capitalização de mercado, embora criptos não pré-minerados, como Ripple (XRP) e Stellar (XLM).

Fonte: Cointelegraph

Siga nossas páginas nas redes sociais!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.