Blockchain no Brasil precisa de regulação, diz Safiri Felix, da Consensys.

mm

Como está o mercado de blockchain no Brasil? Na opinião de Safiri Felix, Business Developer da Consensys, “a gente está alguns estágios atrás dos mercados mais maduros. A gente tem algumas implicações em relação a isso. A primeira é a escassez de capital humano. O mercado de tecnologia no Brasil está, de certa forma, patinando, então, existe uma escassez de profissionais habilitados a explorar essa oportunidade. E o segundo, na minha opinião, é a incerteza regulatória. Ela acaba inibindo vários dos casos de uso mais interessantes que a gente já vê se desenvolvendo em outros países”.

A declaração foi dada com exclusividade ao Infochain durante a blockmaster 2018. Safiri lembrou que, “tirando isso, a coisas estão andando relativamente rápido. A gente percebe alguns órgãos públicos com bastante iniciativa, no sentido de explorar novas possibilidades e também essa questão do capital humano, gradativamente, tem sido sanada com a capacitação de novos desenvolvedores”.

Safiri Felix reforçou, ainda, que “antes de crescer, a gente precisa existir”. Ele disse que o mercado no Brasil está em fase embrionária. Segundo Felix, existem várias iniciativas bem interessantes, mas inda muito focadas na negociação de criptoativos. A parte de desenvolvimento de software, aplicação, novos casos de uso, está alguns estágios atrás, em relação aos mercados maduros.

Para tornar o setor mais atraente no país, Sairi disse que “tem um desafio importante de usabilidade, as plataformas estão trabalhando para tornar as interfaces mais amigáveis para o usuário convencional”. Além disso, ele citou que a regulamentação é fundamental: “O aspecto regulatório impacta bastante porque acaba colocando os empreendedores interessados em desenvolver novas ideias em uma zona muito limitada de possibilidades, por enquanto”.

Veja a seguir a entrevista completa realizada, com exclusividade, pelo Infochain, na Blockmaster 2018:

Siga nossas páginas nas redes sociais!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.