Coinmarketcap responde a acusações de auxílio à lavagem de dinheiro

mm

O Coinmarketcap (CMC), site rastreador de criptomoedas mais popular da web, respondeu às acusações de dar apoio à lavagem de dinheiro.

Esta semana, uma plataforma chamada Crypto Exchange Ranks publicou alegações detalhadas de como o CMC incentiva as corretoras a divulgarem volumes falsos de dinheiro. Em um novo post no blog, o Coinmarketcap detalhou sua determinação em apoiar “transparência e clareza”.

As informações são do site News.Bitcoin, que já havia divulgado nesta semana que o Coinmarketcap tem recebido críticas por publicar dados suspeitos de certas corretoras de criptomoedas.

Segundo o News.bitcoin, a empresa que está no centro das atenções é uma plataforma pouco conhecida, chamada Bitforex, da qual praticamente ninguém tinha ouvido falar até pouco tempo. Ela teria simultaneamente comprado e vendido moedas digitais em sua própria plataforma para criar a ilusão de um alto volume de negócios. Com isso, a Bitforex teria conseguido figurar entre as empresas top 10, em negociações, de acordo com o ranking do CMC.

O Coinmarketcap respondeu com um post no blog se comprometendo a reprimir esse tipo de comportamento. “Para garantir que suas listagens permaneçam ativas em certas corretoras, às vezes os projetos são instruídos a manter um nível mínimo de volume. Isso faz com que as empresas negociem suas próprias moedas para inflar seus volumes”.

E acrescenta: “Mesmo que nós façamos o nosso melhor para verificar os dados com as corretoras no nosso site, não temos a prática de censurá-los ou policiá-los. Em um ecossistema aberto como o que estamos lidando, acreditamos que a melhor política – que acompanhamos de perto – é fornecer dados em excesso e permitir que os usuários façam suas próprias escolhas sobre o que fazer com esses dados.”

Fonte: News.bitcoin.com
https://news.bitcoin.com/coinmarketcap-responds-to-accusations-of-aiding-wash-trading/

 

Siga nossas páginas nas redes sociais!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.