fbpx

Definições básicas de criptomoeda para uma audiência não técnica

No nível mais básico do conceito: o que é uma criptomoeda?

* Criptomoeda: Uma moeda digital que vive em um sistema aberto e descentralizado. *

Como nenhuma definição simples é perfeita – ou totalmente abrangente, devemos reconhecer que esta definição basicamente diz o que é, mas isso ainda pode ser confuso. Como a criptomoeda pode ser segura, por exemplo, se está vivendo em um sistema aberto e descentralizado? É aí que entra a tecnologia da blockchain.

Numa nível um pouco mais amplo: o que é uma criptomoeda?

* Criptomoeda é uma moeda digital que depende da natureza aberta e descentralizada da tecnologia blockchain para criar um sistema de pagamento no qual o próprio sistema pode ser confiável, embora as partes individuais que compõem o sistema não confiem uns nos outros.

Isso ainda pode não ser totalmente claro para todos. E os detalhes técnicos não precisam ser conhecidos de todas as pessoas. Afinal, a maioria das pessoas não sabe exatamente como as transferências eletrônicas de fundos e os fios baseados em SWIFT funcionam, não é mesmo? As pessoas apenas sabem que, ao fornecer uma série de contas e números de roteamento para uma parte pagadora, eles acabarão sendo pagos. A criptomoeda, para o usuário final, não é muito diferente disso. De fato, uma vez que a criptomoeda se torne uma maneira regular de se fazer pagamentos, tudo pode até se tornar mais simples e fácil do ponto de vista do usuário sem necessidade de maiores explicações técnicas.

O que o curioso usuário pode levar aqui: as criptomoedas são simplesmente uma forma digital de dinheiro ou reserva de valor.

À medida que as criptomoedas amadurecem, mais elas atendem a alguns dos principais requisitos do que as pessoas e empresas precisam de dinheiro:

Fazendo transações (comprando ou pagando por coisas)
Sendo uma reserva de valor
Oferecendo possibilidades de empréstimo

O que torna a criptomoeda diferente, tecnicamente, além de sua existência puramente digital, é sua natureza descentralizada, o que significa que, ao contrário das moedas e títulos fiduciários, nenhuma parte tem controle sobre ela.

E, experimentalmente, a criptomoeda apresenta alguns desafios disruptivos ao status quo dos paradigmas bancários e de pagamentos tradicionais, o que pode explicar parte da resistência à ascensão da criptomoeda.

Não que todo questionamento seja negativo: afinal, alguém está certo em questionar por que algo é necessário se temos algo que funciona perfeitamente bem hoje. Como já temos o dinheiro que estamos acostumados a usar, como justificamos a criptomoeda? Aqui identificamos pontos extremamente importantes:

Recursos de pagamento transfronteiriço melhores e mais eficientes.
Eliminação de taxas desnecessárias que vêm de intermediários (Visa, Mastercard).
Tempos de liquidação de pagamento mais rápidos para empresas e pessoas.
Possibilidade de maior estabilidade em moedas e economias voláteis, por ex. países que vivem sob condições hiperinflacionárias, como Venezuela, Argentina ou Zimbábue, nos últimos anos.
E, por fim, por causa da segurança das transações baseadas na blockchain

Fonte: https://medium.com/norwegian-block-exchange/cryptocurrency-basics-for-a-non-tech-audience-36390b3dde35

Liquidez e segurança. Compre bitcoin na corretora que possui as MENORES taxas do mercado. Utilize o cadastro simplificado e veja como é fácil abrir sua conta! Acesse:  https://bit.ly/2SuAHp1

HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com
Infochain VIP | Conteúdo Exclusivo em Primeira Mão
Receba em seu e-mail notícias e artigos sobre Blockchain e Criptoeconomia e entenda como essa tecnologia está impactando o mundo.
Não gostamos de spam! E protegeremos seu email como se fossem bitcoins.