Criptomoedas Regulamentadas na Bielorússia.

mm

O Parque de Alta Tecnologia da Bielorrússia (HTP), uma zona econômica especial nacional que contribui para os negócios de TI, estabeleceu as regras para a operação do mercado de criptomoedas no país, de acordo com documentos publicados na semana passada.

Os documentos regulatórios definem os requisitos para vários tipos de negócios relacionados a criptomoedas e Initial Coin Offerings (ICO), como as regras gerais para regulamentações do setor – o Decreto No. 8 “Sobre o Desenvolvimento da Economia Digital” – já havia sido assinado no ano passado.

O HTP, frequentemente conhecido como o Vale do Silício da Bielorrússia, foi responsável por estabelecer as regras sob as quais a indústria de criptomoedas seria regulamentada no país. Nos últimos dias, o HTP publicou cinco documentos: “Requisitos para candidatos”, “Requisitos para operadores de plataformas cripto”, “Requisitos para operadores de câmbio de cripto”, “Requisitos para operadores de ICO” e “Requisitos para regras de controles internos”.

Agora que essas regras foram aceitas, elas formam “uma completa regulação de criptomoedas na Bielorrússia”, informa o site de notícias local Belarus Dev.by, que também afirma:

“As atividades de criptomoedas do HTP receberam total apoio legislativo abrangente do regulador. A administração do HTP, junto com o Banco Nacional, o Departamento de Monitoramento Financeiro do Comitê de Controle do Estado, especialistas internacionais e outros órgãos, compilou e assinou todos os documentos necessários.”

Meses atrás, o governo da Bielorrússia chamou a digitalização da economia nacional de “prioridade máxima”, por causa de sua capacidade de transformar “a economia, a administração pública e os serviços sociais”, como reportou a Cointelegraph em 16 de maio.

Recentemente, o vice-ministro das Relações Exteriores nacional declarou que a Bielorrússia pretendia estabelecer relações com investidores sul-coreanos interessados ​​na chamada “quarta revolução industrial”, com foco em inteligência artificial e blockchain, segundo a Cointelegraph, em 06 de setembro.

Fonte: Cointelegraph

Siga nossas páginas nas redes sociais!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.