CVM da Índia envia funcionários ao exterior para estudar criptomoedas.

mm
Indian national official state flag in a computer technological world

A Comissão de Valores Mobiliários da Índia [SEBI, na sigla em inglês] divulgou, segundo o site AMB Crypto, que uma equipe de funcionários indianos da SEBI foi enviada para visitar autoridades e fazer estudos no exterior sobre criptomoedas.

Um relatório explica a necessidade das viagens:

“Essas visitas de estudo ajudam a se envolver com os reguladores internacionais e a entender melhor os sistemas e mecanismos das criptomoedas. A SEBI, no passado, se beneficiou muito com essas experiências e a transferência de conhecimento ajuda a melhorar os processos dentro do órgão.”

Em uma de suas recentes viagens de estudo, as autoridades foram ao exterior para entender o conceito de Ofertas Iniciais de Moedas [ICOs] e criptomoedas. As autoridades têm como alvo entidades de três países, Financial Services Agency [FS] no Japão, Financial Conduct Authority [FCA] no Reino Unido e a Financial Supervisory Authority [FINMA] da Suíça.

Enquanto os oficiais do governo são enviados para estudar sobre criptomoedas, o mercado indiano continua sua batalha com o governo para regulamentar ativos digitais.

O Banco Central da Índia (RBI) confirmou que acompanhará de perto o movimento das criptomoedas. No início deste ano, o RBI fez uma proibição contra esses ativos digitais, desabilitando completamente a conversão de criptomoedas em rupias indianas [INR], a moeda oficial do país.

No dia 20 de julho, o RBI realizou uma audiência para considerar a suspensão da proibição. No entanto, nada foi resolvido. Segundo o site AMB Crypto, a audiência foi transferida para 11 de setembro. Os relatórios também revelaram que a SEBI fará parte da audiência de setembro.

Fonte: AMB Crypto
https://ambcrypto.com/securities-and-exchange-board-of-india-officials-sent-overseas-to-study-cryptocurrency/

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.