fbpx

Empreendedores de Bitcoin entram em conflito com bancos. Você conhece alguém na mesma situação?

mm
bitcoin criptomoedas disputa conta bancária

Para empreendedores comuns, de médio ou pequeno portes, verificar se sua instituição financeira não fechou as contas bancárias de sua startup provavelmente não faz parte da sua rotina diária. No entanto, se você for um empreendedor que administra uma startup de bitcoins, verificar constantemente os relacionamentos bancários é apenas parte do trabalho.

Segundo a agência CCN, isso ficou evidente nesta semana graças a uma discussão no Twitter iniciada por Anthony Pompliano, da Morgan Creek Digital Assets,  investidor de criptomoedas e referência no setor, que simplesmente pediu a seus seguidores para relatar a pior experiência que já tiveram com um banco.

O tweet de Pompliano atraiu centenas de respostas (aparentemente, há uma correlação entre experiências ruins com o sistema bancário tradicional e interesse em bitcoin). No entanto, algumas das anedotas mais interessantes vieram de empresários de criptomoedas detalhando quão difícil é para seus negócios encontrar e manter uma conta estável em um banco.

CEO da Kraken: Aprendi as “Artes de Lavagem de Dinheiro para Sobreviver”

Destes, o mais visceral comentário veio de Jesse Powell, fundador e CEO da Kraken. Powell, que fundou a corretora em 2011, detalhou as lutas com várias instituições financeiras, incluindo o Bank of America e o PayPal. Ele disse que em um dos casos, a instituição financeira fechou a conta da Kraken tão rapidamente que só percebeu o que havia ocorrido quando os cheques de funcionários começaram a voltar.

“O Paypal trancou todo o dinheiro que eu tinha por 6 meses, quase perdi meu negócio / apartamento. BofA [Bank Of America] matou a folha de pagamentos da @Krakenfx com 30 dias de antecedência”, disse ele.”

Ele revelou que “basicamente tinha que empregar as artes quem pratica lavagem de dinheiro para sobreviver”.

“Passei por várias contas do PayPal alugadas e comecei a distribuir depósitos em vários bancos, em dinheiro, em cofres. Provavelmente o pior pesadelo de uma pessoa responsável, mas eu basicamente tive que empregar as artes de lavagem de dinheiro para sobreviver.”

 

No entanto, ele estava longe de ser o único fundador de startups de criptomoedas a fazer uma verificação do status das contas bancárias de sua empresa como parte de sua rotina diária.

Monahan da MyCrypto: Chase fechou nossas contas no mês passado.

Taylor Monahan, fundador e CEO da MyCrypto, revelou que o banco Chase está atualmente no processo de fechar sua conta bancária, mas já cancelou seus cartões de crédito – bem antes do Natal.

Charlie Shrem da Bitcoin OG: Eu perdi “dezenas” de contas

Charlie Shrem, o fundador da extinta Bitcoin Bitinstant e um dos primeiros empresários de criptomoedas, respondeu que ele havia recebido “centenas dessas” cartas como a que o Chase havia enviado para a MyCrypto.

“Eu peguei centenas delas. A Bitinstant, de 2011 a 2013 perdeu dezenas de contas”… “Eu tenho a maioria das cartas.”

 

Shrem disse ainda que desde 2011 ele não conseguiu passar mais de 8 meses com uma única conta bancária, mas que recentemente encontrou um pequeno banco com sede na Geórgia que “adora criptografia”.

Quando os bancos vão se animar com o Bitcoin?

Infelizmente, essas histórias estão longe de ser únicas. A CCN já escreveu sobre as dificuldades surpreendentes que as startups de criptomoedas enfrentam quando tentam fazer algo tão bom quanto abrir uma conta bancária. De fato, o incômodo é tão grande que a Coinbase – uma startup de US$ 8 bilhões e um dos nomes mais conhecidos no setor de criptomoedas – ganhou as manchetes quando anunciou que havia aberto uma conta no Barclays.

Os problemas bancários para a corretora de criptomoedas Bitfinex é ainda mais lendária, e essa luta contribuiu para rumores e teorias de que a empresa manipulava o preço do bitcoin ou se envolvia em atividades irregulares nos mercados de criptomoedas.

À medida que o bitcoin entra em sua segunda década e continua amadurecendo, os reguladores e os banqueiros começarão a enxergar o crescente setor de criptomoedas com menos ceticismo, permitindo que as startups obtenham acesso a serviços financeiros essenciais.

Você acha que os bancos estão certos em dificultar a vida das startups e outras empresas do setor cripto? Deixe seu comentário abaixo.

 

Infochain VIP | Conteúdo Exclusivo em Primeira Mão
Receba em seu e-mail notícias e artigos sobre Blockchain e Criptoeconomia e entenda como essa tecnologia está impactando o mundo.
Não gostamos de spam! E protegeremos seu email como se fossem bitcoins.