Empresa do app de mensagens LINE cria fundo blockchain.

mm
Group of multicultural friends using smartphone outdoors - People hands addicted by mobile smart phone - Technology concept with connected men and women - Shallow depth of field on vintage filter tone

O aplicativo de mensagens sociais japonês LINE anunciou a criação de um fundo de capital de blockchain de US$ 10 milhões, como parte de sua expansão no mercado de criptomoedas.

A empresa, que lançou o aplicativo por meio de uma subsidiária sediada em Hong Kong, comentou:

“Espera-se que o fundo simbólico de desbloqueio de empreendimentos se expanda no futuro, de acordo com o crescimento do mercado de blockchain”, comentou a empresa em um comunicado de imprensa.

E acrescentou:

“Com o lançamento deste novo fundo de token corporativo, a LINE pretende impulsionar o desenvolvimento e a adoção de criptomoedas e tecnologia blockchain”.

A empresa afirma que a ação torna a LINE “uma das primeiras empresas de capital aberto a formalizar investimentos simbólicos por meio de um fundo corporativo”.

A gigante japonesa avançou com a integração da criptomoeda em 2018. O lançamento foi “desbloqueado” em abril, e a BITBOX, plataforma de criptomoedas da empresa, estreou em meados de julho.

Ao mesmo tempo em que anunciava o fundo de capital de risco, a BITBOX confirmou que a TRON seria a próxima criptomoeda a ser negociada.

A aquisição da operadora de plataformas P2P BitTorrent pela TRON em julho, teria sido um grande ímpeto por trás da decisão, segundo um funcionário da LINE.

O que você acha de uma empresa, dona de aplicativo de mensagens, se interessar por Blockchain?

Deixe sua mensagem.

Fonte: Cointelegraph
https://cointelegraph.com/news/citrix-survey-more-than-half-of-uk-companies-hit-by-cryptojacking-malware-at-some-point

 

Siga nossas páginas nas redes sociais!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.