Ether deve ser protegido por lei, diz tribunal chinês.

mm
Wooden gavel on table. Attorney working in courtroom. law attorney court judge justice gavel legal legislation concept

Um tribunal na China determinou que o Éter (ETH) é uma “propriedade” e deve estar sob a proteção da lei. A decisão correu em um caso marcante na semana passada.

Detalhes da decisão apareceram no periódico local Baidu e foram repercutidos pelo cnLedger.

O caso envolveu um investimento de 20 ETH em uma “empresa de tecnologia” não identificada, informa o Baidu, provavelmente como parte de um ICO, em agosto de 2017.

Um mês depois, quando as autoridades chinesas reprimiram a prática de captação de recursos, o investidor solicitou um reembolso, mas a empresa em questão permaneceu em silêncio.

Como parte do processo legal trazido pelo investidor, o Baidu confirma que a corte no distrito de Hongkou considerou a disputa dos 20 ETH como propriedade legal, apesar de a China se recusar a reconhecer as criptomoedas.

Na Rússia, onde as criptomoedas não são proibidas, mas enfrentam uma recepção altamente mista dos órgãos legais, julgamentos esporádicos envolvendo moedas digitais também começaram a surgir este ano.

Como relatado pelo Bitcoinist, um tribunal de Moscou decidiu, em maio, que as ações de Bitcoin eram propriedade, como parte de um processo de falência privada. A decisão foi tomada, apesar da criptomoeda não ter status legal oficial na Rússia.

Fonte: Bitcoinist
https://bitcoinist.com/ether-property-china-court/

Siga nossas páginas nas redes sociais!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.