Exchange e autoridades discutem regulamentação do setor no Oriente Médio.

mm
Bitcoin stack with a national flag in the background

A corretora de criptomoedas Bitoasis, da região do Oriente Médio, revelou que está trabalhando com os reguladores do Conselho de Cooperação do Golfo (GCC) para “desenvolver estruturas regulatórias à luz da proibição da Arábia Saudita”, segundo informações do site News.Bitcoin, que deu crédito à informação para o periódico local Arabian Business.

O GCC é uma união regional política e econômica intergovernamental que engloba os estados árabes do Golfo Pérsico, exceto o Iraque. Seus estados membros são Bahrein, Kuwait, Omã, Catar, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos. A Bitoasis estaria, atualmente, presente nos Emirados Árabes Unidos, Kuwait, Bahrein, Omã e Arábia Saudita.

Ainda segundo o News.Bitcoin, o CEO da Bitoasis, Ola Doudin, descreveu:

“Como pioneira no setor, estamos trabalhando em estreita colaboração com os reguladores, em vários de nossos principais mercados em todo o GCC, para desenvolver e cumprir a estrutura normativa necessária … Os regulamentos são absolutamente fundamentais. Eles são essenciais para crescer e formalizar o setor, minimizando os riscos para os clientes.”

No dia 12 de agosto, o “comitê permanente de conscientização sobre atividades não autorizadas de títulos no mercado de câmbio” emitiu uma declaração, advertindo que “moedas digitais não autorizadas são ilegais dentro da Arábia Saudita”.

Segundo a Bitoasis, “o recente anúncio sobre a proibição do comércio de ativos digitais na Arábia Saudita destaca a necessidade de um marco regulatório claro e abrangente para aumentar a confiança no país.”

Ao citar que as criptomoedas e a tecnologia blockchain “são o futuro do dinheiro”, o CEO da corretora disse que “esta indústria em rápido crescimento está em seu estágio inicial e os regulamentos estão sendo discutidos e desenvolvidos em todas as partes do mundo, incluindo esta região”

Fonte: News.Bitcoin
https://news.bitcoin.com/crypto-exchange-arab-states/

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.