Rede de fundos de investimento vai migrar para blockchain.

mm

A Rede de transações de fundos de investimento Calastone está transferindo todo o seu sistema para o blockchain. A empresa é membro fundador do Hyperledger Project, liderado pela Linux Foundation.

A empresa, que ajuda seus clientes a vender seus fundos em todo o mundo através de bancos e consultores financeiros, espera concluir a mudança no próximo ano, em maio. O grupo está chamando a alteração de Infraestrutura de Mercado Distribuído (DMI, Distributed Market Infrastructure).

Espera-se que o movimento transforme radicalmente a forma como os fundos são negociados. Isso, especialmente em uma era de aumento de custos, criando um mercado global de fundos. Esse mercado permitirá que compradores e vendedores se conectem e façam transações.

Por um comunicado de imprensa, a lista de clientes da Calastone consiste em mais de 1.700 organizações para as quais oferece serviços de back office e até de middle office em 40 mercados globais. Empresas como JP Morgan Asset Management, Invesco e Shroders são alguns de seus clientes.

 

Melhorando a eficiência

O movimento da Calastone de adotar a tecnologia de contabilidade distribuída terá mais de 9 milhões de mensagens envolvendo transações entre várias contrapartes no blockchain. No momento, o processo envolve o envio de três mensagens separadas – uma mensagem para fazer pedidos, uma segunda para confirmar o recebimento do pedido e outra para confirmar o preço.

O processo também é trabalhoso e ineficiente, pois as empresas precisam inserir os mesmos dados, o que consome tempo, é dispendioso e propenso a erros. Entre as empresas que fazem parte estão gestores de ativos a agentes de transferência.

De acordo com Calastone, a adoção da tecnologia blockchain poderia economizar ao setor global de fundos cerca de US$ 4,3 bilhões por ano fora dos EUA. Já existe um sistema centralizado de liquidação de operações nos Estados Unidos conhecido como Depository Trust and Clearing Corporation.

Fonte: CCN

Siga nossas páginas nas redes sociais!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.