Harvard, Stanford e MIT investem em fundos Cripto.

Universidades norte-americanas de prestígio teriam investido em “pelo menos” um fundo de criptomoedas. A informação, repercutida pela agência Cointelegraph, foi divulgada pelo grupo de notícias de tecnologia The Information.

Citando uma fonte não identificada, o The Information noticiou que a Universidade de Harvard, a Universidade de Stanford, o Dartmouth College, o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e a Universidade da Carolina do Norte haviam investido capital no setor de criptomoedas. Este é “um sinal da crescente aceitação da classe de ativos entre os investidores institucionais”, disse a fonte.

Conforme relatado na semana passada, a Universidade de Yale também revelou ser um cripto investidor. A instituição é apontada como uma das que ajudaram a arrecadar US$ 400 milhões para um novo fundo voltado para criptomoedas, criado pelo co-fundador da Coinbase, Fred Ehrsam, pelo ex-parceiro do Sequoia Capital, Matt Huang e por Charles Noyes, ex-membro do fundo de criptomoedas Pantera Capital.

Com a notícia de que os principais atores do cenário acadêmico do mundo estão apoiando a classe de ativos emergentes, uma série de universidades internacionais de respeito também tem contribuído para a aquisição de habilidades no setor ao oferecer cursos relacionados a blockchain, contrato inteligente e criptomoedas. Instituições como a Universidade de Cambridge conduziram pesquisas substanciais sobre o campo das finanças digitais e a universidade suíça de Lucerne aceita até mesmo Bitcoin para pagamento de taxas.

Fonte: Cointelegraph
https://cointelegraph.com/news/report-harvard-stanford-mit-endowments-all-invest-in-crypto-funds

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.