Ilhas Marshall encomendam cédulas físicas de criptomoedas.

nota blockchain

A Tangem, fabricante de carteiras de criptomoedas com base na Suíça, diz que foi selecionada pela República das Ilhas Marshall para produzir “notas físicas de blockchain”. A novidade será usada com as moedas digitais que o país planeja lançar.

Segundo o Coindesk, a Tangem anunciou que as notas blockchain serão usadas para armazenar a moeda digital Sovereign (SOV) do país, que está sendo lançada como uma moeda legal alternativa no país. Uma vez emitido, o SOV será oficialmente aceito juntamente com o dólar norte-americano.

Descrito como “mecanismo controlável de emissão de moeda e circulação para o estado”, as notas tomam a forma de um cartão físico que é protegido com um microprocessador habilitado para blockchain. Eles oferecem validação de transação “imediata”, taxas zero e não requerem conexão com a Internet para usar, de acordo com a empresa.

David Paul, ministro-em-assistência do presidente das Ilhas Marshall, disse no anúncio:

“A Tangem nos ajudará a garantir que todos os cidadãos, incluindo aqueles que vivem em ilhas remotas mais distantes, possam transacionar com facilidade e praticidade usando o SOV”.

As Ilhas Marshall anunciaram pela primeira vez seus planos de emitir a SOV como moeda legal em fevereiro do ano passado, quando aprovou a Declaração e a Emissão da Lei da Moeda Soberana. A Neema, uma startup israelense que facilita as transferências internacionais de dinheiro através de um aplicativo, disse na época estar desenvolvendo a tecnologia subjacente para a nova criptomoeda usando um protocolo público chamado Yokwe.

Em setembro de 2018, o Fundo Monetário Internacional (FMI) desaconselhou o plano de introduzir o SOV, afirmando que, se acontecesse, “a ajuda externa e outros fluxos poderiam ser interrompidos, o que resultaria em um impacto significativo na economia”.

Na semana passada, a Tangem recebeu um investimento de US$ 15 milhões da gigante japonesa SBI Group. Por meio do financiamento, a empresa disse que planeja expandir sua tecnologia de cartões para outras áreas, como stablecoins, ofertas iniciais de moedas, oferta de tokens, identidade digital e outros.

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.