Israel pensa em adotar criptomoedas.

mm
Israel waving flag on blue sky background. 3d illustration

Oficiais do Ministério das Finanças de Israel falaram, segundo o site Bitcoinist, sobre uma moeda digital apoiada pelo Estado, que seria lançada para reduzir o número de transações em dinheiro no país, ao mesmo tempo em que iria reprimir a evasão fiscal e a lavagem de dinheiro.

Ainda segundo o Bitcoinist, o Banco de Israel, assim como o Ministério das Finanças do país, vem refletindo sobre a idéia de uma criptomoeda apoiada pelo Estado, desde a alta do preço do Bitcoin, no fim de 2017.

Criptomoedas e blockchain tornaram-se moda em Israel, graças ao alto número de patentes, bem como à sua indústria tecnológica de ponta. A nação foi recentemente classificada como a 10ª mais inovadora do mundo, segundo o site Bitcoinist.

Como resultado, alguns acreditam que uma solução baseada em criptomoedas contra evasão fiscal e lavagem de dinheiro pode não vir de uma moeda digital patrocinada pelo Estado, mas sim do setor privado.

O Bank of Hapoalim, um dos principais bancos institucionais do país, se associou ao Microsoft Azure para usar a blockchain voltada para a digitalização de ativos.

Em fevereiro, a Suprema Corte do país disse que o Bank Leumi não tinha permissão para fechar contas de clientes, por causa de transações com criptomoedas. Esta decisão abriu o mercado de câmbio digital em Israel para outras entidades que estavam interessadas no setor.

Criptomoedas apoiadas pelo Estado estão se tornando mais populares, a exemplo de Rússia e Venezuela.

Porém, não deve ser fácil, segundo o Bitcoinist. Atualmente, a moeda digital está sujeita a uma alíquota de 46% sobre os lucros das empresas e uma taxa de imposto de 25% para os indivíduos. Alguns acreditam que essas altas taxas podem atrapalhar o mercado daqui para frente.

Fonte: Bitcoinist
https://bitcoinist.com/as-cryptocurrency-gains-popularity-in-israel-discussions-continue-about-a-crypto-shekel/

 

Siga nossas páginas nas redes sociais!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.