Legislador russo sugere criptomoeda ligada a ouro para exportação de armas.

mm
Cryptocurrency on a circuit board

A informação é do site CCN, que afirma que um legislador russo sugeriu que Moscou deveria recorrer às criptomoedas, apoiadas por ouro, para pagamentos de armas russas, para evitar sanções financeiras do Ocidente.

Segundo o CCN, o legislador é Vladimir Gutenev, primeiro vice-chefe do Comitê de Política Econômica da Duma (câmara baixa do parlamento russo), que solicitou que o Kremlin suspenda os tratados com os Estados Unidos.

Em abril, a administração Trump falou sobre novas sanções contra a Rússia como punição pelo envolvimento russo no conflito sírio.

Em um aviso no mês seguinte, os Estados Unidos emitiram sanções para seis entidades russas por supostamente violarem o tratado de não-proliferação de armas de destruição em massa.

Falando sobre uma “resposta assimétrica” ​​aos Estados Unidos, Gutenev pediu a suspensão de tratados compartilhados com os norte-americanos, incluindo o de não-proliferação de tecnologias de mísseis.

Diante disso, o legislador pediu ao governo que mude para uma criptomoeda como forma de evitar os EUA, o comércio baseado em dólar e a dependência do sistema interbancário global.

Gutenev disse à agência TASS, segundo o CCN:

“[A Rússia deveria] considerar a possibilidade de realizar transações em moedas digitais ligadas ao valor do ouro. E tenho certeza de que esta será uma opção muito interessante para a China, a Índia e outros países também.”

Segundo o CCN, a Rússia também teria ajudado a Venezuela a desenvolver e lançar a criptomoeda “Petro”, a primeira moeda digital que o presidente Nicolás Maduro afirma ser apoiada pelas reservas de petróleo do país. O Kremlin refutou a afirmação.

Fonte: CCN
https://www.ccn.com/russian-lawmaker-suggests-gold-linked-cryptocurrency-for-arms-exports/

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.