Nova exchange brasileira: e-juno promete foco total no cliente.

A e-juno, nova exchange de criptomoedas lançada recentemente no Brasil é dona, também, da primeira gestora de investimentos em moedas digitais do país, a Juno Capital.

De acordo com reportagem do site Criptomoedas Fácil, a aceitação do público tem sido rápida e a e-juno tem marcado presença nos principais eventos da comunidade cripto brasileira.

“Nos diferenciar, foi esse o desafio que aceitamos quando decidimos criar a e-juno. Uma empresa 100% voltada para a experiência do cliente”, explica Wanderson Gloor, responsável pelo marketing e experiência do usuário da empresa.

A e-juno surge no mercado com uma proposta de facilitar a vida do usuário, trazendo uma experiência completamente automatizada, aliada à um sistema robusto de segurança. Esses elementos formam uma plataforma ágil, confiável e amigável.

A empresa é comandada por Diego Velásques, trader que migrou do mercado tradicional para as criptomoedas. Atualmente, Velasques ministra aulas na PUC Rio e dá cursos exclusivos para quem busca aumentar sua performance como investidor.

Jeferson Martin, head de TI da e-juno, pós-graduado no MIT (Massachusetts Institute of Technology), capitaneou um time que integrou os módulos e garantiu que todas as funcionalidades idealizadas no projeto fossem executadas com excelência. Uma equipe super qualificada em diversas áreas se dedicou a esse processo por 18 meses.

Uma das propostas da exchange como diferencial é garantir um serviço excelente ao usuário e, para isso, aposta no suporte humanizado sete dias por semana.

“A educação do nosso cliente é nossa prioridade e todos nós ganhamos com isso”, explica Gloor.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.