Nova proposta de ETF para Bitcoin gera repercussão em Wall Street.

mm
Wall Street sign with the blurred flags of the stock exchange as background. October 2017

Os esforços mais recentes para expandir a forma como os investidores podem comprar bitcoins envolvem os ETFs. Um ETF [exchange traded fund (fundo negociado em bolsa)] é um grupo diversificado de ativos (como um fundo mútuo) negociado em uma bolsa de valores (como uma ação).

Segundo reportagem da CNBC, uma aplicação regulatória da Direxion Asset Management quer a aprovação de cinco novos fundos – um que busca uma correlação direta com as criptomoedas, além de quatro outros destinados a ampliar os movimentos de preços para cima ou para baixo.

Esses chamados fundos alavancados, que usam derivativos para atingir suas metas de investimento, estão no mercado há anos. Com US$ 34,7 bilhões em ativos, os fundos representam uma parte pequena, mas crescente, da indústria de ETFs de US$ 3,5 trilhões, segundo a ETF.com.

Mas o esforço da Direxion em trazê-los para o mundo das moedas digitais está levantando preocupações em Wall Street. A empresa entrou com seu pedido na Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos em 4 de janeiro.

“Isso seria loucura para eles realmente aprovarem isso.”, disse Michael Cohn, estrategista-chefe de investimentos do Atlantis Asset.

Se aprovados, quatro deles usariam alavancagem para replicar os movimentos diários de preço do Bitcoin em 1,25; 1,5 e duas vezes, respectivamente. No entanto, os fundos não estariam atrelados ao preço do bitcoin em si, mas sim ao preço futuro negociado no Cboe (Chicago Board and Option Exchange) e no CME (Chicago Mercantile Exchange). Diante disso, a Direxion aponta que os fundos “não devem rastrear o desempenho do benchmark de destino por um período maior que um dia útil”.

“Há muitas atitudes conflitantes sobre isso. Não acho que a SEC possa abraçar isso”, disse Cohn. “Não é uma classe de ativos, não é uma moeda. Vai evoluir para uma tecnologia. Vamos ver se essa tecnologia será viável.”

O banco Merrill Lynch recentemente levantou suspeitas quando impôs uma proibição do comércio de bitcoin, enquanto outros diretores de Wall Street, como o CEO do J.P. Morgan Chase, Jamie Dimon, e o CEO da BlackRock, Larry Fink, condenaram isso.

Os esforços da Direxion poderiam representar apenas mais um passo no processo de maturação de criptomoedas, cuja popularidade explodiu no ano passado. Somente as cinco principais ofertas – bitcoin, ethereum, ripple, bitcoin cash e cardano – têm um valor de mercado combinado de mais de meio trilhão de dólares, segundo a CoinMarketCap.

“Estamos vendo diferentes medidas, passos e abordagens para tentar legitimar ainda mais a moeda digital. Isso é parte da razão pela qual eu digo que a moeda digital está aqui para ficar”, disse à CNBC Sheila Warren, chefe de blockchain do Fórum Econômico Mundial.

Sheila Warren disse que a SEC deve aplicar os princípios de proteção ao consumidor ao avaliar os pedidos da Direxion e outros. Até agora, a comissão teve uma visão bastante obscura dos ETFs relacionados ao bitcoin, mas isso foi antes do mercado futuro de Bitcoins começar.

Fonte: CNBC
https://www.cnbc.com/2018/01/08/new-insane-etf-proposal-for-bitcoin-generates-worry-on-wall-street.html

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.