Presidente da CBOE espera com Cautela um ETF Bitcoin.

mm
American flags on exterior facade of New york Stock Exchange, largest stock exchange in world by market capitalization and most powerful global financial institute. Wall street, New York City, USA.

A CBOE Global Markets (empresa norte-americana proprietária da Bolsa de Valores “Chicago Board Options Exchange” e da operadora da bolsa “BATS Global Markets”) pode muito bem se tornar a primeira empresa a obter a aprovação de um ETF bitcoin, mas ainda não se sabe se essa conquista cobiçada será alcançada.

ETF é a sigla em inglês para Exchange Traded Funds, que são fundos de índices comercializados como ações. Um ETF Bitcoin significa ter fundos de Bitcoin comercializados na bolsa, o que ainda não ocorre.

Segundo o site CCN, Chris Concannon, presidente e diretor executivo da CBOE, disse que está otimista de que a Comissão de Valores Mobiliários (SEC) concederá seu desejo de ter um ETF aprovado, mas reconhece que ainda existem desafios, de acordo com o canal Bloomberg.

A SEC adiou, na semana passada, uma proposta para permitir que o ETF das empresas SolidXPartners e da VanEck fosse listado na CBOE, justificando a decisão por cautela. A comissão havia rejeitado anteriormente uma proposta de ETF dos irmãos Winklevoss, proprietários da corretora de criptomoedas Gemini Trust.

As recusas refletem a preocupação da SEC sobre possíveis manipulações no mercado de criptomoedas.

A CBOE e a CME (Chicago Mercantile Exchange) começaram a oferecer contratos futuros de bitcoin em dezembro, a primeira entrada significativa de bitcoins no cenário financeiro. Esses contratos futuros são negociados em mercados regulamentados e podem fornecer a base para um ETF, em vez da própria criptomoeda.

A apresentação do ETF da CBOE enfatizou que ela só investirá em bitcoin em benefício dos investidores, facilitando as negociações de balcão entre aqueles que estiverem credenciados no mercado.

Concannon disse que os contratos futuros proporcionam um mercado mais maduro e saudável, mas um ETF baseado somente em mercados futuros levanta a questão de qual é o nível de liquidez correto, uma vez que tal produto ainda não foi testado.

Ainda segundo o CCN, ele enfatizou que ter o primeiro bitcoin ETF seria uma vantagem de mercado.

Fonte: CCN
https://www.ccn.com/cboe-president-cautiously-hopeful-on-bitcoin-etf-prospects-despite-sec-action/

 

Siga nossas páginas nas redes sociais!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.