SEC dos EUA deve decidir até quinta-feira sobre dois ETFs.

mm
Famous Wall street and the building in New York, New York Stock Exchange with patriot flag

A Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (Securities and Exchange Commission – SEC) deve decidir o futuro de dois pedidos de ETF (Exchange Traded Fund – fundos negociados em bolsa de valores) exclusivos de Bitcoin, solicitados pela empresa ProShares. O prazo para sua aprovação ou desaprovação é 23 de agosto, ou seja, quinta-feira.

Os ETFs da ProShares foram originalmente propostos em setembro de 2017. De acordo com a apresentação, a ProShares pretendia atingir o preço máximo de oferta agregada de US$ 1 milhão, ao negociar ETFs por US$ 25 para cada ação. Se aprovado nesta quinta-feira, o desempenho do ETF seria rastreado em bolsas populares como o Cboe (Chicago Board Options Exchange) e o CME (Chicago Mercantile Exchange).

Segundo o site Coinspeaker, apesar de não estar ligado a holdings de Bitcoin, o “ETF ProShares Bitcoin” derivaria seu valor dos contratos futuros de Bitcoin e seu desempenho nas bolsas. No entanto, na época, o mercado de contratos futuros era jovem e não havia garantia de que um mercado de negociação ativo para contratos futuros de bitcoin se desenvolveria.

A ProShares é uma divisão do ProFunds Group, baseada no Reino Unido, que administra vários fundos de investimento com ativos combinados, sob gestão de mais de US$ 30 bilhões. A ProShares tem estado na vanguarda da revolução do ETF desde 2006.

A decisão da SEC em 23 de agosto será definitiva. Se aprovados, os ETFs dariam a muitos investidores tradicionais a capacidade de investir no mercado de criptomoedas por meio de contratos futuros de Bitcoin.

No mês de setembro, um outro pedido de ETF vai ser analisado pela SEC. Será a solicitação da empresa de blockchain, VanEck, em parceria com a SolidX.

Fonte: Coinspeaker
https://www.coinspeaker.com/2018/08/21/no-way-out-sec-to-roll-out-its-decision-on-proshares-bitcoin-etf-on-thursday/

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.