Startup alemã de Blockchain lança plataforma para investimentos de ICO.

mm

A CoinMirror, uma startup sediada em Berlim, está lançando a versão beta pública de sua plataforma para investimentos de ICO na rede Ethereum. A plataforma busca oferecer oportunidades para investidores, independentemente do capital disponível.

Segundo o site Bitcoin Magazine, o co-fundador da CoinMirror, Sebastian Hoffmann declarou: “Nós criamos o CoinMirror para democratizar o investimento fornecendo acesso e educação. Queremos derrubar barreiras de investimento e devolver o poder ao povo. Estamos empolgados em lançar nossa solução e contribuir para a comunidade descentralizada e, em última análise, ajudar a acelerar a evolução saudável do ecossistema ”.

Os ICO´s revolucionaram o processo de captação de recursos globalmente, mas também criaram uma série de problemas para o investidor médio. Desde os limites mínimos de investimento até a ausência de due diligence (DD) necessária para tomar decisões corretas na hora de investir. A barreira para a entrada responsável pode ser substancial para aqueles sem muito capital inicial ou know-how de investimento. Os mais experientes, muitas vezes, tem a vantagem aqui, mas a CoinMirror pode possibilitar que o investidor médio também tenha essa oportunidade em breve.

Construída sobre a Ethereum, a plataforma CoinMirror permite que seus usuários “espelhem os movimentos de investidores experientes” sem a “necessidade de realizar extensas análises DD ou de código”.

A CoinMirror acredita que sua plataforma é vantajosa tanto para os investidores de varejo quanto para os chamados Private or Public Syndicate. Dan Desa, chefe de desenvolvimento de negócios da CoinMirror, disse que a plataforma oferece aos usuários de varejo a oportunidade de evitar “procedimentos extensos de due diligence” enquanto acessam acordos com “altos limites mínimos de investimento”. Os Líderes desses sindicatos, por outro lado, serão capazes de “negociar melhores acordos” com um pool de capital maior, construir seus perfis como “financistas experientes de ICO” e ganhar uma parte dos “tokens de bônus realizados” além da taxa padrão do Sindicato.

Segundo o site Bitcoinmagazine.com, tornar-se um sindicato na plataforma pode não ser tão fácil quanto parece. A página de perguntas frequentes da empresa afirma que “qualquer indivíduo ou organização” pode criar um Private Syndicate, mas os Public Syndicates precisam passar por uma verificação antes de serem aprovados manualmente para participar da plataforma.

Fonte:  Bitcoinmagazine.com
https://bitcoinmagazine.com/articles/blockchain-startup-launches-platform-risk-managed-ico-investments/

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.