Ucrânia prende suspeitos ligados a corretoras falsas de criptomoedas

 

Autoridades ucranianas prenderam quatro suspeitos ligados a corretoras falsas de criptomoedas, anunciou a força policial federal do país no sábado.

A Polícia Nacional da Ucrânia afirmou em um comunicado de imprensa que os suspeitos foram presos por operar até seis plataformas fraudulentas. Autoridades de crime cibernéticos ainda estão olhando os sites para determinar quanto dinheiro foi roubado dos investidores.

Os quatro suspeitos supostamente criaram sites que imitavam operações de compra/venda legítimas de criptomoedas. Os suspeitos pediram ainda às vítimas que transferissem fundos para carteiras digitais registradas sob documentos de identificação forjados através dos sites falsos, de acordo com a polícia.

Como parte da investigação, as autoridades confiscaram computadores, pendrives, cartões bancários e celulares usados ​​pelos suspeitos.

A polícia ucraniana iniciou o processo penal nos termos da Seção 3 do artigo 190 do Código Penal da Ucrânia, de acordo com as declarações.

A medida marca um dos primeiros esforços do país para policiar seu ecossistema doméstico de criptoativos, seguindo um movimento anterior para formar um novo grupo de trabalho que vai regular as criptomoedas.

Durante uma reunião em janeiro, o chefe do Conselho Nacional de Segurança e Defesa, Oleksandr Turchynov, disse que a falta de regulamentação em torno da tecnologia é uma ameaça à economia e à segurança da Ucrânia.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.