Universidade de Stanford, nos EUA, lança Centro de Pesquisas em Blockchain

A Universidade de Stanford, na Califórinia, EUA, criou o Centro de Pesquisas em Blockchain com apoio, em parte, da Fundação Ethereum, de acordo com informações divulgadas no site da Faculdade de Engenharia de Stanford.

A universidade teria criado o centro para examinar como a tecnologia blockchain pode transformar as interações comerciais tradicionais.

O co-fundador da Ethereum (ETH), Vitalik Buterin, twittou sobre o apoio da Fundação, para a iniciativa blockchain.

Além da Fundação Ethereum, o Centro de Pesquisa Blockchain recebeu contribuições de Protocol Labs, da Interchain Foundation, da OmiseGO, da DFINITY Stiftung e da PolyChain Capital.

O programa de pesquisa preliminar de cinco anos será liderado pelos professores de Ciência da Computação Dan Boneh e David Mazières, e incluirá outros professores de engenharia, física e direito de Stanford. Além da pesquisa de blockchain, a iniciativa também desenvolverá cursos sobre implementação de blockchain, desde seu potencial no setor financeiro até o gerenciamento de dados em outras esferas.

No posto de Stanford, o especialista em criptomoedas e segurança de computadores, Dan Boneh, disse que “blockchains se tornarão cada vez mais importantes nos negócios globais”.

“Stanford deve estar na vanguarda dos esforços para melhorar, aplicar e entender os muitos efeitos em cascata dessa tecnologia. […] Quando você entra em detalhes, percebe rapidamente que essa área gerará muitas teses de doutorado em toda a ciência da computação e em outras áreas.”

A Blockchain Education foi oferecida, também, em outras universidades do mundo e uma universidade de pesquisa australiana, inclusive, já lançou seu curso de blockchain em fevereiro. A Fundação Ripple, criadora da moeda de mesmo nome (XRP) fez uma doação de US$ 50 milhões no início de junho para dezessete universidades em todo o mundo, que quisessem apoiar programas de educação sobre blockchain.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.