Venezuela negocia recorde de BTC.

Venezuela negocia recorde de BTC. Group of People Waving Venezuelan Flags

A Venezuela estabeleceu um novo recorde de negociação de Bitcoin na semana passada; o país adotou mais criptomoeda do que nunca. A informação é da agência Bitcoinist.

 

Trades na Venezuela chegam a 1075 btc em 7 dias.

De acordo com dados do monitoramento de recursos Coin Dance, apesar da contínua volatilidade na moeda do país, o Bolívar Soberano, os volumes negociados para os sete dias encerrados em 3 de novembro ainda bateram todos os máximos anteriores.

No total, 1075 BTC (US$ 7 milhões) mudaram de mãos somente na plataforma de negociação P2P Localbitcoins, 10 BTC a mais do que o recorde estabelecido duas semanas antes.

 

Bitcoin, Petro e Dash.

As causas do pico mais recente parecem ser múltiplas. Como Bitcoinist relatou, uma combinação de inflação, controles de capital, escassez de moeda estrangeira e mais continuam a prejudicar a capacidade dos venezuelanos para manter o controle sobre sua soberania financeira.

 

Petro

Ao mesmo tempo, o governo está determinado a forçar os cidadãos a interagir com a recém-lançada criptomoeda nacional Petro, apesar da estabilidade altamente suspeita.

Nesta semana, a pressão internacional também aumentou. Os EUA anunciaram sanções sobre as exportações de ouro da Venezuela.

Enquanto isso, no domingo, o Dash, projeto de altcoin com foco na privacidade, lançou o seu projeto de aceitação comercial, o Dash Text. Destinado a pagamentos, o plano visa permitir que os comerciantes aceitem pagamentos DASH com um dispositivo móvel básico, ignorando a necessidade de um smartphone e uma conexão com a Internet.

Executivos haviam afirmado anteriormente que a Venezuela agora constitui o segundo maior mercado de Dash.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.